quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Poesia - Telma Lobato


Hoje

Hoje, somente hoje
Observei o passado...
Vi fatos e casos,
Rumos e passos
Que quis dar e não dei.

Hoje, somente hoje
Refleti o passado...
Choros e mágoas,
Mares de águas
Que quis nadar e não nadei.

Hoje, somente hoje,
Recordei o passado...
Li histórias e contos
Cheios de encantos,
Quis p’ra mim, não alcancei.

Hoje, somente hoje...
Lembrei o passado...
Fixei no presente,
Não me sinto mais ausente,
Quis amar-te, hoje amo Eu.


Telma Mª  N. Lobato Silva
Natural de Natal - RN 
Licenciatura em Língua Portuguesa
Pós-Graduação em Língua Portuguesa & Literatura              
Técnica em Edificações e Design de Interiores.

8 comentários:

  1. Linda Poesia !!!

    ResponderExcluir
  2. Que lindooooooo!!!! nossa sensibilidade a flor da pele...que poetisa mais inspirada e insoiradora!!!amei
    Rafa

    ResponderExcluir
  3. Ao escutar a própria autora ler os versos, meus olhos e coração encheram de emoção.

    Keity Ono.

    ResponderExcluir
  4. É um prazer ter a sua colaboração neste Blog. Obrigada por socializar um pouco de suas emoções através de sua POESIA. Super Beijo e continue com este TALENTO MARAVILHOSO!

    ResponderExcluir
  5. Linda, intensa, profunda, verdadeira, acredito que quando vivemos o somente hoje, passamos a descobrir o que realmente somos e o que nos tornamos ao longo da vida. Amei!!! Parabêns!!!

    ResponderExcluir
  6. Obrigada pelo carinho... pelos comentários recebidos e, em especial, pela confiança prestada pela minha amiga "Márcia" (tão linda e singela), em dedicar um espaço em seu blog para divulgar a minha poesia. Beijos no coração de todos! Telma Lobato.

    ResponderExcluir